Cuidados com a visão na terceira idade

Cuidados com a visão na terceira idade

Prevenção Ocular

Escrito por Dra. Leticia Tecchio

Problemas com a visão podem ocorrer em qualquer idade, mas são mais comuns em idosos. Para a maioria das condições oculares, a taxa de incidência aumenta significativamente depois dos 70 anos de idade.

No entanto, muitas das condições oculares que surgem como resultado da idade são consideradas normais por alguns médicos, embora as compensações sejam possíveis.

O envelhecimento aumenta o risco de algumas condições oculares que ameaçam a visão, e é por isso que é importante estar informado e fazer check-ups regulares nos olhos.

Diabetes, hipertensão arterial e doença cardiovascular aumentam o risco de doenças oculares relacionadas à idade. E à medida que envelhecemos, a deficiência visual pode levar à depressão e ansiedade – como medo de cair – produzindo mudanças desnecessárias na marcha, perda de equilíbrio e mobilidade restrita neste  momento da vida em que permanecer ativo é importante para manter a saúde e a qualidade de vida.

A boa notícia é que manter um estilo de vida saudável, que inclua exercícios regulares, boa alimentação, exames regulares e vitaminas para os olhos pode ajudar a prevenir algumas doenças oculares.

Sintomas considerados “normais”

Olhos Secos

75% das pessoas com mais de 65 anos apresentam secura dos olhos devido à diminuição da produção de lágrimas. Os olhos secos também podem ser causados ​​ou agravados pelo:

  • fumo;
  • ingestão de café;
  • alterações na menopausa;
  • uso de computador;
  • uso excessivo de açúcar;
  • desidratação e alergias

Também podem ser sintoma de um problema maior como diabetes ou doenças autoimunes.

Lágrimas artificiais são às vezes prescritas mas servem apenas como alívio temporário e podem exacerbar o problema.

Presbiopia e Hipermetropia

A presbiopia, ou a disfunção do foco relacionado à idade, é um borrão de visão de perto que dificulta o trabalho fino. Embora a hipermetropia seja causada por influências herdadas e ambientais na forma do globo ocular, a presbiopia se deve ao espessamento das proteínas dentro da lente, tornando o cristalino menos flexível. Óculos e/ou cirurgia podem ser recomendados.

Redução da pupila

O tamanho reduzido da pupila faz com que pessoas idosas respondam menos às mudanças na iluminação ambiente, precisando de mais luz para leitura e proteção contra a luz solar intensa.

Perda da visão periférica

A perda da visão periférica pode produzir uma redução de 20 a 30% no campo de visão no momento em que alcançamos 70 anos.

Enxergar menos cores

A diminuição da visão das cores é causada pelas células da retina que se tornam menos sensíveis à cor.

Condições oculares graves

Glaucoma

É a maior causa de cegueira irreversível no mundo. No geral o aumento da pressão intraocular leva a um dano no nervo óptico. Para o idoso a diminuição do campo visual é um fator muito limitante e diminui drasticamente a autonomia e qualidade de vida.

Os sintomas são muito poucos até que a visão diminuída seja notada. O tratamento pode ser realizado com colírios, laser ou cirurgia.

Degeneração macular relacionada à idade

Do tipo seca causa perda gradual da visão central e resulta do envelhecimento e adelgaçamento dos tecidos da mácula ou depósito de pigmento. Degeneração macular úmida surge a partir da tentativa do corpo de compensar a falta de nutrientes através da construção de vasos sanguíneos adicionais sob a retina, mas os novos vasos sanguíneos vazam fluido que causa danos permanentes às células da retina.

Retinopatia diabética

Doença que afeta a retina causada pelo diabetes. A cegueira é amplamente evitável se o paciente e o médico trabalharem juntos para o uso adequado de medicamentos, testes de açúcar no sangue, dieta e estilo de vida adequados.

Catarata

catarata é um envelhecimento da lente intraocular e leva à visão embaçada e que piora com o tempo, além de mais sensibilidade à luz, como sinais de aumento da opacidade do cristalino.  Além disso, a catarata pode ser formada como resultado de outras cirurgias oculares ou doenças como diabetes.

No geral o tratamento é cirúrgico.

Fatores importantes de estilo de vida

Proteja os olhos da luz ultravioleta intensa: use um chapéu com aba quando sair, use óculos de sol que protejam os olhos da radiação UV. Óculos de sol que envolvem seus olhos são especialmente benéficos.

Cuidados na sua ingestão de açúcar: por exemplo, no caso da cataratas, o açúcar limita a capacidade do olho de manter a lente limpa e pode acarretar na temida Retinopatia Diabética, que pode levar a cegueira.

Adote uma dieta saudável incluindo muitas folhas verdes, grãos integrais, frutas e legumes. Beba água diariamente e abundantemente.

Não fume: fumar aumenta substancialmente os fatores de risco. Por exemplo, o risco de desenvolver catarata é dobrado se você fuma. Para homens que fumam mais que um maço por dia, o risco é 205% maior, e para as mulheres, o risco é 63% maior.

Fumo e envelhecimento não devem caminhar juntos. Para a degeneração macular, o risco é 2,5 a 3,5 vezes maior se você fuma. Se você tem mais de 80 anos e fuma, o risco de desenvolver a degeneração salta para 5,5 vezes.

Faça exercícios regularmente: andar a pé é uma das melhores coisas que você pode fazer. Em outras palavras, as pessoas que estão com sobrepeso, mas que estão fisicamente em forma – pessoas que andam e fazem outras atividades diárias envolvendo movimento – têm uma saúde geral melhor do que aquelas que são magras mas sedentárias.

Adote essas dicas e consulte sempre seu oftalmologista.

fonte: http://www.schaefer.com.br/2016-04-08-15-13-56/prevencao-ocular-2/137-cuidados-com-a-visao-na-terceira-idade.html