5 dicas para evitar Doenças Oculares

A saúde ocular pode ser prejudicada, basicamente, por doenças congênitas, genéticas ou não, que podem afetar apenas os olhos ou, também, outras partes do corpo, traumatismos oculares e doenças que podem ser evitadas com cuidados básicos e higiene da região ocular.

E, para completar, cada estação do ano traz possibilidades diversificadas para o aparecimento de males oculares de todas as proporções, desde apenas incômodos mais leves, até problemas mais graves.

Por isso, seguir as dicas abaixo é imprescindível para que você possa gozar de boa saúde dos olhos e evitar algumas doenças cujo controle está, literalmente, em nossas mãos. Com elas, você vai aprender que seus antepassados é que estavam certos no conselho que lhe deram por toda a vida: em se tratando dos olhos, é bem melhor prevenir do que remediar.

#1 Não coce os olhos com força ou constantemente

Às vezes, a sensação de coceira na região dos olhos é tão intensa que chega a ser irritante – porém, render-se a essa tentação é pior do que muita gente pode prever.

Coçar os olhos só faz com que você fique ainda com mais vontade de coçar e, também, pode causar sérios problemas, como lesões vindas da pressão exercida pelo dedo no olho, que é uma área muito sensível. O ceratocone e o descolamento de retina são algumas delas.

O que você deve fazer é procurar um oftalmologista para identificar e tratar a causa da coceira ou irritação dos olhos e evitar, assim, consequências do coçar exagerado.

#2 Manuseie corretamente suas lentes de contato

Quem usa lentes de contato deve ter uma higiene rigorosa não somente na hora da colocação ou remoção delas do olho. O estojo das lentes deve estar sempre limpo e corretamente fechado e elas devem estar sempre imersas totalmente em solução apropriada para evitar uma contaminação.

Ao manusear as lentes de contato, as mãos devem estar limpas e a pressão exercida para colocá-las no olho deve ser bem leve. Evite dormir com as lentes de contato e jamais coloque água, ainda que limpa, em substituição à solução indicada para a conservação das mesmas. Se forem descartáveis, também não abuse ultrapassando o tempo recomendado para descartá-las. Pode ser uma economia porca que trará consequências até mesmo irreversíveis para a sua visão.

#3 Não coloque as mãos sujas em contato com os olhos

Quando algo irrita nossos olhos, seja um cisco, suor ou coceira, nossa reação imediata é levar as mãos a eles para aliviar rapidamente o incômodo. Contudo, as mãos humanas estão constantemente sujas e são meio de transporte de vírus e bactérias, para dizer o mínimo.

Por isso, para evitar problemas graves de visão, sempre limpe as mãos com água corrente e sabão antes de colocá-las em contato com os olhos, principalmente depois que você usar o banheiro.

#4 Não use qualquer colírio

Um erro grave de quem não está muito antenado quanto à saúde dos seus olhos é ir à farmácia e pedir qualquer colírio quando sente algum desconforto ocular. Essa prática é perigosa e pode fazer com que um problema simples de ser resolvido vire uma doença ocular grave e, até mesmo, irreversível, como, por exemplo, um glaucoma causado pelo uso abusivo e sem controle médico de colírios à base de corticoides.

Por isso, não se automedique nunca, principalmente em relação aos olhos. Ao sentir qualquer desconforto, por menor que seja, procure a ajuda de um oftalmologista para saber qual é a melhor forma de tratá-lo.

#5 Visite sempre o oftalmologista

A Sociedade Brasileira de Oftalmologia já estipulou como “obrigatório” ir ao consultório do oculista uma vez por ano para cuidar dos olhos, mas, apesar de um controle anual ser o mais usualmente recomendado, principalmente para quem tem problemas de visão como miopia e astigmatismo, não há uma lei dizendo que você só pode visitar seu médico em espaços de 365 dias.

O oftalmologista está à sua disposição para cuidar da saúde dos seus olhos a qualquer momento, diante de qualquer queixa ou desconforto ocular que você tenha e é ele quem vai lhe indicar a melhor forma de tratamento para o problema ocular que você possa apresentar.

O seu oftalmologista lhe indicará, também, com que frequência você deverá fazer os seus exames oculares, dependendo do seu caso, seja após cirurgias, pelo avançar da idade, para prevenção ou controle de doenças oculares que você, eventualmente, já tenha e estejam sendo tratadas.

FONTE: http://www.coa.com.br/5-dicas-para-evitar-doencas-oculares/

SITE: http://www.coa.com.br

Saúde Ocular: Faz parte cuidar dos olhos

 por Carlos Henrique

No dia 10 de julho é comemorado o Dia da Saúde Ocular. Sendo um dos sentidos mais importantes, a visão requer alguns cuidados e, antes de qualquer coisa, a prevenção é fundamental. Tomando-se os devidos cuidados, as principais doenças da visão podem ser evitadas.

Embora a realização de exames preventivos regularmente não seja um habito muito cultivado, muitas pessoas têm problemas de visão e não sabem, o que pode prejudicar sua situação, podendo levar até mesmo à cegueira. Segundo estimativas da Organização Mundial da Saúde, aproximadamente 314 milhões de pessoas têm algum tipo de deficiência visual em todo o mundo, sendo que 45 milhões delas são cegos.

Mais de 75% poderiam ser evitados ou curados. Daí, a importância dos exames preventivos, já que muitas doenças oculares são pouco perceptíveis em estágios iniciais. A prevenção é fundamental para diagnosticar e tratar doenças visuais e evitar qualquer perda visual. Exemplos de doenças graves que só podem ser diagnosticadas por especialistas são o glaucoma, que consiste no aumento da pressão interna do olho, podendo causar perdas visuais irreversíveis, e o ceratocone, que é uma alteração na córnea que provoca a diminuição da visão.

Cuidar da visão deve ser um hábito observado desde muito cedo. Doenças como hipermetropia,  miopia,  estrabismo e retinopatia da prematuridade podem ser diagnosticadas desde o nascimento. A partir da adolescência e até os 40 anos, o cuidado deve ser intensificado. Além de algumas disfunções comuns, é importante destacar que cerca de sessenta milhões de pessoas sofrem de problemas visuais devido ao uso do computador. Estima-se, ainda, que este número vem aumentando em um milhão a cada ano. Indicações médicas alertam que, para cada 40 minutos do uso do computador, deve-se dar um descanso de 10 minutos para os olhos. O monitor do computador deve permanecer a 50 ou 60 cm de distância e um pouco abaixo da linha dos olhos. Alguns sintomas da presença de problemas, decorrentes do uso incorreto do computador, são olhos secos, vermelhos e irritados, dores de cabeça, dores nas costas e no pescoço e dificuldade de focalização.

Vale lembrar que nossa visão pode sofrer alterações naturalmente com o passar dos anos. Pode-se desenvolver dificuldade para diferenciar tons de verde e azul, problemas para focalizar objetos próximos, ou mesmo a necessidade de maior luminosidade para ler. Por isso, a prevenção, através da realização de exames periódicos será fundamental para resolver eventuais problemas. Existem muitos produtos e tratamentos que podem nos ajudar a manter uma visão de boa qualidade ao longo da vida.

fonte: https://www.engemed.med.br/2018/07/04/saude-ocular-faz-parte-cuidar-dos-olhos/

site: https://www.engemed.med.br

APRENDA COMO CUIDAR DA SAÚDE DOS OLHOS COM 11 DICAS

Apesar de tão importante para o nosso bem-estar, a saúde dos olhos é constantemente negligenciada. Em geral, só nos preocupamos com ela de maneira mais específica quando surge algum problema, o que é um erro.

Para garantir que os seus olhos estejam sempre saudáveis, é importante adotar algumas medidas simples, porém, bastante eficazes. Muitas delas devemos praticar todos os dias para evitar que problemas se manifestem ou aqueles pré-existentes se agravem.

É importante saber que a sua saúde ocular depende muito de você e dos seus hábitos, mas não se preocupe, porque cuidar dos olhos não é difícil. Neste artigo explicaremos o que pode ser feito para evitar os problemas oculares e garantir uma boa visão. Confira!

1. MANTENHA SEUS EXAMES OFTALMOLÓGICOS EM DIA

Quando o assunto é a saúde dos olhos, prevenção é uma das dicas principais. Por isso, é fundamental que você faça seus exames oftalmológicos com a frequência recomendada pelo especialista.

É importante lembrar que algumas doenças oculares crônicas, como glaucoma, degeneração macular e retinopatia diabética normalmente não apresentam sintomas em seus estágios iniciais. Portanto, a melhor forma de detecção é mesmo através de exames preventivos.

2. INVISTA EM HÁBITOS SAUDÁVEIS

Que uma dieta equilibrada é a chave para uma vida mais saudável você provavelmente já sabia, mas será que também estava ciente de que alimentar-se corretamente pode ajudar a prevenir uma série de doenças oculares?

Isso porque, se você está livre das chamadas doenças sistêmicas — aquelas que afetam uma série de órgãos ou todo o corpo, como hipertensão e diabetes —, está automaticamente livre de problemas oculares relacionados a elas, como a retinopatia diabética e a hipertensiva.

Qual é a melhor maneira de evitar problemas de saúde como hipertensão e diabetes? Adotando uma alimentação saudável, ou seja, pobre em açúcares, carboidratos refinados, sódio e gordura.

A pessoa que, além de se alimentar corretamente, mantém outros hábitos saudáveis — como não fumar e evitar a exposição excessiva à radiação solar —, também evita a Degeneração Macular Relacionada à Idade (DMRI), que é uma das principais causas de cegueira em pessoas com mais de 50 anos.

3. PROTEJA SEUS OLHOS DO SOL

É importante que você saiba que usar óculos de sol não é apenas uma questão de gosto pessoal ou estilo. Quando escolhidos adequadamente, eles ajudam a proteger a retina das radiações solares e de uma série de problemas de visão, inclusive a catarata.

Na hora de comprar seus óculos, atenção! Verifique se o modelo tem um selo de qualidade garantindo que suas lentes protegem a visão adequadamente contra os raios ultravioletas. Evite aqueles que não têm essa garantia, porque usá-los traz mais prejuízos do que benefícios.

Um erro bem comum é acreditar que os óculos são necessários apenas no verão. Isso não é verdade, já que durante o inverno os olhos também estão sujeitos à exposição aos raios ultravioletas, portanto, suscetíveis a agressões.

4. CONHEÇA O HISTÓRICO OCULAR DA SUA FAMÍLIA

É importante que você procure saber se seus parentes próximos tiveram problemas oculares e quais foram eles, pois muitas doenças relacionadas à visão são hereditárias. Porém, a existência de casos na família não é um fator determinante.

O histórico familiar ajuda o oftalmologista a direcionar o acompanhamento conforme as necessidades de cada paciente e o risco de desenvolver uma doença ocular mais séria. Assim, fica mais fácil obter um diagnóstico precoce, bem como recomendar medidas preventivas que garantam proteção extra.

5. USE O COMPUTADOR E/OU CELULAR DE MANEIRA ADEQUADA

Quando você passa muito tempo em frente à tela do computador ou atento ao celular, tende a abrir mais os olhos e a piscar menos. Essa prática reduz a lubrificação natural do globo ocular, essencial para a saúde dos olhos.

Para evitar problemas oftalmológicos decorrentes dessa prática, procure piscar com maior frequência e faça pausas de pelo menos 20 segundos para cada 20 minutos que passar olhando para a tela.

Também é importante manter o monitor a uma distância de 50 centímetros e, se for o caso, usar um colírio recomendado pelo seu oftalmologista. Além disso, procure ajustar corretamente as configurações da tela, especialmente no que diz respeito ao brilho, para que ela não fique clara demais.

6. EVITE O USO DE COLÍRIO SEM INDICAÇÃO

Você notou que na dica anterior falamos sobre o uso de colírio? O uso indiscriminado desse produto também pode trazer complicações para a saúde dos olhos.

Não podemos nos esquecer de que ele é um medicamento, portanto, deve ser receitado conforme a necessidade de cada pessoa. Sendo assim, evite a automedicação oftalmológica e procure utilizar colírios apenas com orientação de um profissional.

7. PROCURE NÃO COÇAR OS OLHOS

Não podemos negar que a coceira nos olhos realmente é incômoda, mas o ato de coçar é muito prejudicial e deve ser evitado. O esforço realizado sobre o globo ocular pode causar diversos problemas, como o descolamento da retina. astigmatismo, ceratocone, etc.

Além disso, a mão pode transferir sujeira e microrganismos nocivos para os olhos, desencadeando doenças. Então, quando a coceira se manifestar, procure piscar os olhos para tentar aliviá-la e, se necessário, lave-os com água para eliminar qualquer partícula que possa estar causando essa reação.

8. MODERE A INGESTÃO DE AÇÚCAR

O consumo excessivo de açúcar prejudica o organismo de um modo geral em função do excesso de glicose que se acumula no sangue. A saúde dos olhos também fica comprometida com essa dieta desequilibrada, em especial para quem já tem diabetes.

Esse excesso de açúcar no sangue pode desencadear a retinopatia diabética, que já citamos nesse artigo. O ideal para quem não tem diabetes é moderar o consumo de doces, e aqueles que já têm a doença devem mantê-la controlada e fazer um acompanhamento oftalmológico mais rigoroso.

9. ABSTENHA-SE DO CIGARRO

O cigarro faz mal para todo o organismo, sendo um fator de risco para diversas doenças e provocando danos significativos também à saúde dos olhos. Isso acontece porque as toxinas presentes nele prejudicam a circulação sanguínea.

Portanto, procure se abster do hábito de fumar para não favorecer o desenvolvimento da degeneração macular, da catarata, nem causar danos ao nervo óptico. Você sabia que, nesse último caso, o indivíduo pode perder a visão por completo?

10. PRATIQUE ATIVIDADES FÍSICAS REGULARMENTE

A prática regular de atividades físicas é fundamental para fazer a prevenção das doenças sistêmicas que citamos, sendo o diabetes, a hipertensão e a alta do colesterol. Como todos esses fatores estão relacionados à saúde dos olhos, fazer exercícios também protege a sua visão.

Além de prevenir esses problemas, as atividades físicas melhoram o funcionamento do coração e ativam a circulação sanguínea. Assim, os nutrientes e o oxigênio chegam com mais facilidade ao globo ocular, garantindo a sua boa saúde.

11. RESPEITE SEU TEMPO DE DESCANSO

Explicamos que é importante fazer pausas quando estiver usando o computador ou celular. Elas permitem que os olhos se hidratem corretamente e também garantem um pouco de descanso para eles. Mas você precisa respeitar, também, seu tempo de sono.

Todo o organismo precisa dessa pausa para recuperar as suas energias e os olhos se recuperam enquanto dormimos. Sendo assim, procure investir na qualidade do seu sono e durma uma quantidade de horas suficiente, para evitar a fadiga ocular e outros problemas.

Seguindo essas dicas simples fica mais fácil manter a saúde dos olhos sempre em dia. Não se esqueça de que essa é uma ação que deve ser conjunta, realizada por você no dia a dia e com acompanhamento de um oftalmologista, a fim de garantir toda a proteção para sua visão.

Qual desses cuidados você já adota em sua rotina? Deixe um comentário e conte para a gente de que maneira cuida da saúde dos seus olhos!

FONTE: https://retinapro.com.br/blog/aprenda-como-cuidar-da-saude-dos-olhos-com-5-dicas/

SITE: https://retinapro.com.br/

Saiba como escolher a armação de óculos ideal

Nos dias de hoje usar óculos de grau ganhou espaço no look diário das pessoas em complementação ao visual.

Muitos perdem horas experimentando diferentes armações de óculos e acabam optando por seguir a moda a qualquer custo, sem dar atenção as recomendações ideais para as características do seu rosto.

Cada pessoa deve optar pelo modelo de armação que faça sentir-se à vontade e que também esteja de acordo com sua personalidade, do mais discreto até o mais exuberante.

Porém, importante atentar para algumas regras básicas, que foram elaboradas a partir de experiências diárias e da constatação da necessidade clínica de uma perfeita visão. São elas:

Primeira regra: a armação deve acompanhar a linha da sobrancelha.

Segunda regra: a ponte da armação deve ser ajustada corretamente a cada tipo (ou tamanho) de nariz.

Terceira regra: o tamanho da armação deve ser compatível com a estatura da pessoa.

Para encontrar o modelo ideal, é importante que na hora da escolha um conjunto de fatores sejam avaliados. Ou seja, aliar os critérios técnicos e as características físicas, com a moda, estética e o estilo de vida irá fazer toda a diferença!

Mas afinal, qual é a armação ideal? Para lhe ajudar nesta escolha, separamos algumas dicas de acordo com o formato do seu rosto:

ROSTO QUADRADO

Opte por óculos com armações de cantos retangulares ou arredondados. Evite a armação de formato reto e que acentua as linhas do rosto.

ROSTO DE CORAÇÃO

Os formatos de coração costumam combinar com armações maiores embaixo ou com algum detalhe na parte de baixo dos óculos. Eles devem ser um pouco mais largos do que a testa para ficarem ajeitados.

Evite armações com a parte inferior baixa, que cubram as maçãs do rosto. Use modelos estreitos, que dão a ilusão de que o maxilar é mais largo.

ROSTO REDONDO

Opte por armações quadradas ou retangulares. As linhas retas destes modelos ajudam a afinar o rosto, por isso, procure formatos mais geométricos.

A armação não deve ser mais larga que o rosto e a armação redonda repete o contorno da face, ampliando as formas.

ROSTO OVAL

Esse é o formato de rosto que mais se ajusta a diversos tipos de armação. Combina tanto com óculos retangulares quanto com ovais.

Use armações um pouco mais largas que a parte mais larga do rosto e evite aquelas que repetem o formato do maxilar. Além disso, evite hastes baixas.

ROSTO RETANGULAR

A armação deve equilibrar as partes superior e inferior do rosto. Para isso, use armações redondas, estreitas e ovais.

A armação não deve ser mais estreita que a parte mais larga do rosto e a parte inferior não deve ser muito larga nem muito baixa, que acentua o maxilar.


FONTE: http://www.lentesluxxor.com.br/blog/saiba-como-escolher-a-armacao-de-oculos-ideal/

SITE: http://www.lentesluxxor.com.br

SAIBA A IMPORTÂNCIA DE IR AO OFTALMOLOGISTA

A visita a um médico oftalmologista especialista em retina, é uma das medidas mais importantes a serem tomadas por quem tem o diabetes. ​

Afinal, doenças na retina, como a retinopatia diabética e o edema macular diabético, são muito frequentes tanto para portadores de diabetes tipo 1, quanto de diabetes tipo 2.​

Acredita-se que até 90% dos pacientes do tipo 1, e até 60% do tipo 2, desenvolvam algum nível de retinopatia ao longo da vida. Problemas sérios na retina podem levar à cegueira se não forem diagnosticados precocemente. ​

Na retinopatia diabética, o aumento do nível de açúcar no sangue provoca lesões nos pequenos vasos sanguíneos que irrigam a retina.  Com o tempo, os vasos podem se romper, levando ao descolamento da retina e à perda da visão. 

Para complicar, a retinopatia costuma ser uma doença silenciosa, que não produz sintomas claros. A visão embaçada ou o surgimento de pontos escuros costumam ser relatados, mas o ideal é descobrir a retinopatia antes mesmo de estes sintomas aparecerem.​

​A visita regular ao oftalmologista especialista em retina é fundamental para todo diabético – em especial para aqueles que já convivem com a doença há mais tempo. O mesmo vale para as gestantes diabéticas, que devem fazer a consulta a cada trimestre da gravidez.​

FONTE: http://hospitaldeolhosdaserra.com.br/saiba-a-importancia-de-quem-tem-diabetes-ir-ao-oftalmologista/

SITE: http://hospitaldeolhosdaserra.com.br/

Por que não lavar os olhos com camomila?

por Dr. Juan Jose Boveda Zaldua. Oftalmologista 

Graças às suas propriedades anti-inflamatórias, analgésicas e antibacterianas, a camomila é um dos remédios caseiros mais utilizados desde os tempos antigos. Atualmente, existem poucas pessoas que realizam banhos de camomila para tratar doenças oftalmológicas, como conjuntivite, The pedrasolhos inchados y olhos vermelhos Mas você já se perguntou se é bom fazer isso?

A verdade é que, apesar dos muitos benefícios medicinais desta planta, não é recomendado lavar os olhos com camomila, como esta parte do corpo humano é muito delicada e é preferível usar produtos feitos especificamente para uso oftalmológico. Em Área Avançada de Oftalmologia nós explicamos abaixo porque não é recomendado lavar os olhos com camomila.

Por que não limpar os olhos com camomila?

Por que a camomila é usada para limpar os olhos?

Camomila para o conjuntivite, camomila para dor de estômago, camomila para os nervos e camomila para náuseas, a verdade é que existem pessoas que acreditam que uma infusão de camomila é a solução para todos os problemas. E não é assim.

A camomila tem propriedades medicinais poderosas que nos ajudam a combater o mal-estar do estômago de indigestão ou a acalmar a náusea produzida por um vírus, porque o seu efeito analgésico e anti-inflamatório ajuda a dissipar a dor.

Os benefícios da camomila levaram a sociedade a usar esta planta medicinal para todos os tipos de doenças ou desconforto, e a verdade é que nem tudo é resolvido com camomila. TampÉ o mesmo para beber uma xícara de camomila do que usar esta planta topicamente.

Dito isso, por que a camomila é usada para limpar os olhos? Porque a planta tem propriedades antibacterianas e anti-inflamatórias que se acredita que ajudem a tratar inflamações e infecções causadas por conjuntivites e outras condições oculares. No entanto, como mencionamos anteriormente, O efeito de tomar camomila não é o mesmo que o obtido quando se utiliza topicamente.

Por que não é bom usar camomila para lavar os olhos?

A camomila tem propriedades anti-inflamatórias e sedativas graças ao seu conteúdo em camazulene e alfa-bisabolol. No entanto, o efeito destes compostos quando se utiliza camomila topicamente é quase nulo.

Como se isso não bastasse, é importante ressaltar aspectos fundamentais na limpeza e no atendimento oftalmológico. Os olhos são uma das partes mais delicadas do corpo humano, são uma espécie de janela que devemos proteger das bactérias, vírus e outros patógenos que possam afetá-los. Por esta razão, recomenda-se apenas para tratar as condições dos olhos com produtos estéreis.

Camomila não é um medicamento,ampoco é estéril e muito menos é antibiótico. Suponha que ponhamos um envelope de camomila sobre um olho com conjuntivite que tenha excesso de secreção. Além das bactérias presentes na secreção, estaríamos adicionando possíveis patógenos que podem estar presentes no envelope ou na própria planta, o que pode piorar consideravelmente a saúde dos olhos.

No entanto, lembre-se que a conjuntivite produz excesso de legañas, lágrimas e secreção, a tudo isso devemos adicionar a umidade e o líquido da infusão de camomila. Como resultado, a única coisa que obteremos será agravar secreções e agravar o espancamento da pálpebras. Antes de usar camomila nos olhos, é importante ter em mente:

  • A camomila não é um produto estéril, portanto, pode ter bactérias.
  • Embora a infusão de camomila seja preparada com água fervente, eles podem permanecer no balde de patógenos ou na água que pode infectar os olhos.
  • A quantidade exata de água e camomila que deve ser usada para lavar os olhos não é determinada.ampoco a temperatura certa para realizar esta lição de casa.
  • Não foi provado que o uso tópico da camomila ofereça os mesmos efeitos que o consumo oral.

Em conclusão, a camomila é um excelente remédio natural para tratar certas condições, mas seu uso não é recomendado para lavar os olhos. No caso de apresentar algum problema oftalmológico é necessário ir ao médico e seguir as indicações à risca, já que o cuidado dos olhos é muito mais delicado que o de outras partes do corpo.

Como limpar os olhos?

Como limpar os olhos

Nas farmácias existem muitos medicamentos vendidos sem receita médica para o tratamento oftalmológico de condições infecciosas, como a conjuntivite. Você também pode encontrar colírio e lágrimas artificiais para limpar os olhos e tratar condições menores, como olho seco, inflamação, queimação ou vermelhidão.

No caso de ter a necessidade de limpar os olhos para conjuntivite, é importante optar por uma opção estéril, como o uso de gaze e soro fisiológico. Também tenha em mente que as gazes são usadas apenas uma vez e que, quando são removidas de suas embalagens, não são mais estéreis.

O oftalmologista deve ser supervisionado por um oftalmologista, portanto, ao apresentar sintomas de infecção, corrimento ou excesso de lágrimas, é importante consultar o médico para uma revisão. Lembre-se de que os olhos são uma parte muito delicada do corpo e devem ser tratados corretamente para preservar sua saúde.

FONTE: https://areaoftalmologica.com/pt/blog/sa%C3%BAde-ocular/lavar-os-olhos-com-camomila/

SITE: https://areaoftalmologica.com/

5 alimentos que fazem bem para a visão

Existem alguns alimentos que fazem bem para a visão, e o Segredos do Mundo vai te mostrar cinco deles. Confira agora!

O post 5 alimentos que fazem bem para a visão [saúde dos olhos] apareceu primeiro em Segredos do Mundo.

Na hora de nos alimentar, pensamos em todos os órgãos que podem ser beneficiados. Abacaxi faz a limpeza intestinal, clara de ovo e carne trazem proteína para nossos músculos, vinho ajuda o coração e assim por diante. Mas quase nunca se fala sobre os olhos. Que alimentos que fazem bem para a visão?

Nutrientes, como vitamina A, E e ômega-3, fazem bem para os olhos. Consumir alimentos ricos nessas substâncias é essencial para prevenir problemas de visão como olho seco, glaucoma e degeneração macular. Além disso, certas comidas ajudam indiretamente, prevenindo doenças que afetam os olhos, como diabetes e pressão alta.

Quer saber quais alimentos podem te ajudar? O Segredos do Mundo selecionou 5 alimentos que vão ajudar na sua visão.Confira 5 alimentos que fazem bem para a visão

1 – Cenoura

5 alimentos que fazem bem para a visão [saúde dos olhos]

Cenoura, e outros alimentos laranjas, são ricos em vitamina A e betacarotena, importantes antioxidantes que protegem a retina dos olhos. além disso, a ausência de vitamina A pode causar a cegueira noturna, que dificulta a visão em locais com menas luz, escuros.

2 – Peixes e óleo de linhaça

5 alimentos que fazem bem para a visão [saúde dos olhos]

Óleo de linhaça e  salmão, sardinha, cavala, truta e atum (peixes de água salgada em geral), são ricos em ômega-3. Tudo isso ajuda a prevenir problemas como a Síndrome do Olho Seco, que causa vermelhidão e irritação nos olhos. Além disso, esses alimentos aumentam a circulação nos olhos.

3 – Ovos

5 alimentos que fazem bem para a visão [saúde dos olhos]

Gemas de ovos são ricas em luteína e zeaxantina, prevenindo a degeneração macular (doença que leva a cegueira). Apesar disso, o consumo de ovo deve ser controlado, para não levar a outros problemas.

4 – Couve

5 alimentos que fazem bem para a visão [saúde dos olhos]

Assim como o ovo e outros vegetais verdes, o couve é rico em luteína e zeaxantina. Além disso, o couve possui minerais que ajudam a enxergar melhor a distância e a regeneração das células nos olhos.

5 – Alho e cebola

5 alimentos que fazem bem para a visão [saúde dos olhos]

Temperos como alho e cebola aumenta a quantidade de sangue que irriga os olhos e preveni pressão alta e diabetes, que podem trazer complicações como glaucoma e catarata.

Fonte: Tua Saúde

Site: https://noticias.r7.com/hora-7/segredos-do-mundo/5-alimentos-que-fazem-bem-para-a-visao-saude-dos-olhos-20022019

Imagem: Pimenta no Reino Devita Centro Oncológico Beleza e Saúde Reclame aqui Beleza e Saúde

Exercícios físicos são importantes aliados da sua visão!

Visitar regularmente o oftalmologista retinólogo é fundamental para todo paciente de diabetes, não importa a idade. Mas também é fundamental adotar um estilo de vida que colabore para o controle da doença – além, é claro, de seguir à risca o tratamento medicamentoso.

Um estilo de vida saudável, longe do cigarro e do álcool, com uma alimentação balanceada e prática de exercícios físicos regulares mantém o diabetes sob controle, afastando do organismo as doenças correlacionadas – como as que podem atingir os rins, os pés ou os olhos (retinopatia diabética e edema macular diabético).

As atividades físicas podem ser adaptadas às práticas do cotidiano. Subir escadas, cuidar do jardim, caminhar até o trabalho ou mesmo dançar são exemplos de atividades físicas que trazem benefícios ao organismo. O importante é adotar uma rotina, pelo menos de três a quatro vezes por semana!

Andar rapidamente, pedalar, nadar ou fazer hidroginástica são boas sugestões. Mas, antes de adotar a prática esportiva, é fundamental consultar o médico que acompanha o tratamento de diabetes.

FONTE: http://vejaparasempre.com.br/blog/exercicios-fisicos-tambem-sao-importantes-aliados-da-sua-visao/#:~:text=Um%20estilo%20de%20vida%20saud%C3%A1vel,diab%C3%A9tica%20e%20edema%20macular%20diab%C3%A9tico).

SITE: http://vejaparasempre.com.br

CIRURGIA DE CATARATA: ENTENDA COMO FUNCIONA

Visão embaçada, dificuldade para ler e necessidade de grande quantidade de luz para enxergar com nitidez são os primeiros sinais de que você pode estar desenvolvendo catarata. Quando a doença se instala no organismo, a única opção para recuperar uma visão clara e nítida é por meio da cirurgia de catarata, já que o uso de óculos de grau, colírios ou outros tipos de tratamento não são capazes de solucionar o problema.

Apontada como a principal causa de cegueira reversível no mundo, a catarata atinge cerca de 30% dos brasileiros acima de 60 anos. A boa notícia é que o avanço na área medicinal aliado ao desenvolvimento tecnológico permitiu a recuperação da visão em pacientes que desenvolveram cegueira por conta da catarata.

Apesar de ser um procedimento seguro, a cirurgia de catarata requer cuidados especiais, tanto do paciente quanto da equipe médica , para garantir o sucesso da operação. Neste artigo, reunimos as principais informações sobre a cirurgia para que você esclareça suas dúvidas sobre o assunto. Continue a leitura e saiba mais!

O que é catarata?

A catarata é caracterizada por uma opacidade que ocorre no cristalino – a lente natural do olho – que impede a passagem de raios luminosos responsáveis pela formação das imagens no fundo do olho. Consequentemente, a opacidade que se forma impede o paciente de ter uma visão clara e nítida.

Na maioria dos casos, a doença se desenvolve de maneira lenta e progressiva, mas pode  acabar levando à cegueira, se não for tratada adequadamente. Para que isso não aconteça, o ideal é diagnosticar o problema no estágio inicial e não esperar pela progressão para realizar o procedimento cirúrgico.

Como é feita a cirurgia?

A cirurgia de catarata é realizada com o objetivo de retirar o cristalino e implantar uma lente intraocular que será responsável por desempenhar sua função natural. A primeira etapa do procedimento consiste na aplicação de anestesia. No método tradicional, aplica-se uma injeção no globo ocular para que o paciente não sinta dor durante a operação.

Contudo, a anestesia utilizada na técnica atual é feita com colírio anestésico e sedativos endovenosos, que diminuem os riscos e trazem mais segurança ao procedimento. A cirurgia em si é realizada por meio de um método denominado facoemulsificação, que consiste em uma pequena incisão no olho, fragmentando o cristalino opaco em pedaços bem pequenos, que são aspirados imediatamente.

Em seguida, o cirurgião introduz a lente que irá substituir o cristalino. Essa etapa é realizada com o auxílio de um injetor específico e a lente é introduzida por meio de uma microincisão no globo ocular. Geralmente, a cirurgia demora em torno de 20 minutos e não causa grandes incômodos ao paciente.

Qual a indicação do procedimento?

Antigamente, a cirurgia era indicada para pacientes que estavam com a catarata em um estágio avançado. Hoje, o procedimento é recomendado a qualquer portador de catarata que tenha sua visão prejudicada pela doença. Aliás, quanto mais cedo for descoberta, mais rápida será a recuperação e menores serão as chances de complicação durante o procedimento.

Quais os cuidados no pós-operatório?

Após a realização da cirurgia, o paciente pode retornar para casa no mesmo dia. Mas é importante seguir as recomendações médicas para garantir os resultados esperados com o procedimento. Os principais cuidados são:

  • não coçar ou esfregar os olhos;
  • não realizar esforço físico durante as duas primeiras semanas;
  • não dormir sobre o olho operado nos primeiros dias;
  • evitar ambientes quentes e poluídos;
  • utilizar os colírios indicados.

Existem riscos?

Com os avanços das técnicas cirúrgicas, os riscos da cirurgia de catarata forma minimizados e a grande maioria dos procedimentos ocorre sem complicações. Em alguns casos, o paciente pode apresentar vermelhidão e sensação de areia nos olhos, mas que tende a desaparecer logo na primeira semana.

Em casos mais graves, a visão pode ser comprometida por processo infeccioso, inflamação, descolamento de retina, dentre outras complicações. Mas vale lembrar que esses problemas ocorrem em episódios extremamente raros.

É possível prevenir a catarata?

O principal fator de risco para a catarata – que é o envelhecimento natural – é um fator imutável, o que dificulta a prevenção da doença. No entanto, está comprovado que a radiação solar aumentar o risco de aparecimento da doença. Nesses casos, o uso de óculos escuros pode prevenir ou ao menos retardar a catarata.

Hábitos de vida saudáveis, como manter uma alimentação equilibrada, praticar exercícios físicos regularmente e dormir de 7 a 8 horas por noite contribui para a nossa saúde de maneira geral e também podem adiar a doença. Uma boa dica é manter uma dieta rica em vegetais, principalmente a cenoura, que é rica em vitamina A e contribui para a nossa saúde ocular.

FONTE: http://holhosudi.com.br/cirurgia-de-catarata-entenda-como-funciona/#:~:text=A%20cirurgia%20de%20catarata%20%C3%A9,consiste%20na%20aplica%C3%A7%C3%A3o%20de%20anestesia.

SITE: http://holhosudi.com.br/

6 cuidados para prevenir problemas de visão

Problemas de visão podem ser prevenidos. Aqui seis cuidados diários que podem evitar inclusive a cegueira.F

Em outubro de 2015, o Cristo Redentor trazia projetado no peito um teste oftalmológico para lembrar que atualmente no Brasil, 6,5 milhões de pessoas sofrem com problemas visuais. Dessas, 6 milhões têm baixa visão e mais de 500 mil são cegas.

Segundo especialistas, 80% dos casos de cegueira podem ser evitados e tratados com algumas soluções de baixo custo. No entanto, segundo os mesmos, mais de 20% da população brasileira não tem acesso a tratamento nem exames preventivos.

Assim como se previne doenças do corpo com algumas atitudes saudáveis, também se pode prevenir as doenças oculares com exames preventivos, inclusive as que levam à cegueira, tais como:

Nos adultos:

  • Retinopatia diabética
  • Catarata
  • Glaucoma
  • Doenças maculares

Nas crianças:

  • Distúrbios visuais congênitos/infantis como a Catarata e Glaucoma
  • Retinoblastoma (câncer visual infantil)
  • Estrabismo
  • Ambliopia
  • Doença macular por prematuridade
  • Doenças metabólicas

Prevenção

Uma boa nutrição ajuda a prevenir doenças visuais. Alimentos ricos em nutrientes como Omega-3, luteína, zeaxantina e minerais como cobre e zinco, além de vitaminas A, C D e E são fundamentais para a saúde dos olhos. Além disso, a alimentação isenta de açúcar ajuda a preservar a visão dos diabéticos.

Uma dieta pobre em ômega-3 está relacionada a doenças como as degenerações maculares e a síndrome do olho seco. Inclua na alimentação:

Ômega-3

Azeite – prefira os extravirgens

Peixes – Sardinha, atum, bacalhau, cavala e salmão – Além de ômega-3, possuem vitaminas A, B, D e E, necessárias à boa circulação sanguínea e que oxigenam adequadamente as estruturas oculares, principalmente a retina.

Sementes – Chia e Linhaça

Luteína, zinco e zeaxantina

Ovos – A luteína e o zinco (contidos na gema do ovo) ajudam a preservar os olhos da degeneração da idade.

Ostras – frutos do mar e carnes são fontes de zinco.

Couve, espinafre e salsinha – fontes de luteína

Leite e queijo – Contém vitamina A e um pouco de zinco.

Cereais integrais, feijões e nozes.

Vitaminas A, C e E

Chamadas de antioxidantes, esse grupo vitamínico ajuda a preservar os tecidos oculares evitando doenças como catarata e as degenerações maculares.

Alimentos do grupo dos carotenoides costumam ser amarelos como milho, abóboras, pimentão amarelo, cenouras e gema de ovo. Outros alimentos ricos em antioxidantes são os vegetais verdes, frutas – sendo as frutas vermelhas ricas em bioflavonoides – legumes.

Exames oftalmológicos

Os exames oftalmológicos regulares podem não apenas prevenir problemas de visão como outros problemas de saúde perceptíveis através dos olhos, como por exemplo: diabetes, anemia, alguns tipos de câncer e hepatite.

Quanto mais cedo se percebe um problema ou tendência, mais fácil é tratar.

Cuidados diários

1. Use óculos escuros

Cuidado com óculos baratos (de camelô). Estes além de não proteger seus olhos podem ainda comprometer a saúde deles. Procure um aconselhamento de um profissional.

2. Evite coçar os olhos

Coçar os olhos pode ferir e até causar cegueira através do descolamento da retina. Segundo o oftalmologista Hilton Medeiros, “a pressão que o dedo faz nos olhos muda a estrutura da córnea e da fibra ocular, deixando-a mais elástica, e, com isso, aumenta a pressão”. Se os olhos estão coçando, lave-os com soro fisiológico, faça compressas geladas e use um colírio prescrito por um oftalmologista.

3. Não use medicamentos sem prescrição médica

Aquele colírio que seu amigo usa é para o amigo e não para você. Não compartilhe e nem use qualquer colírio indicado por um atendente de farmácia.

4. Lave as mãos antes de tocar os olhos

Tocar ou coçar os olhos sem lavar as mãos pode provocar entre outros problemas (gripe, por exemplo), cistos nas pálpebras. Especial cuidado ao colocar lentes e evitar usar maquiagem fora do prazo de validade.

5. Proteja os olhos ao se expor ao sol

Não olhe diretamente para o sol, pois a radiação solar pode causar retinopatia. Use óculos escuros com proteção UV e chapéus/ bonés ao se expor ao sol.

6. Evite ficar sem piscar diante do computador

Um estudo feito na Universidade Keio, no Japão pela equipe do Dr. Yuichi Uchino concluiu que passar mais de 7 horas em frente à tela do computador, pode comprometer as camadas protetoras da superfície dos olhos, causando secura comparável à Síndrome do olho seco.

O que pode ajudar quem trabalha em frente ao computador o dia todo é ter um umidificador de ar no ambiente ligado o tempo todo. Existem colírios que também são usados para esse fim.

FONTE: https://www.familia.com.br/saude-dos-olhos-6-cuidados-para-prevenir-problemas-de-visao/

SITE: https://www.familia.com.br