Estrabismo tem cura? Saiba mais

Estrabismo tem cura? Saiba mais

O estrabismo é uma doença ocular que desalinha os olhos e compromete o paralelismo deles. Esse desvio pode ser permanente ou pode ocorrer em períodos específicos. Mais frequente em crianças, o estrabismo pode ocorrer também nos adultos, atingindo de maneira similar homens e mulheres. Assim como ocorre em outras doenças oculares, o diagnóstico precoce pode representar maiores chances de cura.

O desalinhamento dos olhos pode ocorrer de diversas formas, como mostra o diagrama a seguir:

 

Estrabismo tem cura? Saiba mais

 

Uma doença como o estrabismo pode ser perfeitamente curada se diagnosticada em tempo para que o processo de tratamento possa começar o quanto antes. Como se trata de uma doença que atinge em sua maioria as crianças, é importante criar um acompanhamento oftalmológico nos filhos o quanto antes.

Estrabismo tem cura?

Assim como em boa parte das doenças oculares, as chances de cura aumentam conforme o diagnóstico é feito com antecedência. Assim, para curar o estrabismo é importante iniciar o tratamento logo no surgimento dos primeiros sinais. Como a doença possui maior incidência em crianças, fica ainda mais nítida a importância de um acompanhamento oftalmológico desde os primeiros anos de vida.

O tratamento de cura do estrabismo é feito com o objetivo de corrigir o alinhamento dos olhos usando recursos como oclusão de um olho ou cirurgias. Nos últimos anos, uma nova modalidade de tratamento chamada aplicação intramuscular de toxina botulínica tipo A vem sendo usada. Trata-se de um tratamento que provoca uma paralisia temporária do músculo do olho e, assim, ajuda a corrigir o alinhamento.

Visite regularmente o oftalmologista

A melhor forma de se manter em dia com a sua saúde ocular e conduzir um acompanhamento médico competente é visitando regularmente o oftalmologista. Mesmo para quem não usa óculos, os especialistas recomendam uma frequência de, pelo menos, uma consulta ao ano.