Riscos de doenças oculares aumentam na terceira idade

Riscos de doenças oculares aumentam na terceira idade

Nossos os olhos passam pelo processo de envelhecimento assim como o resto do nosso corpo. Com os anos, já se espera que apareçam problemas de visão, como glaucoma e catarata, os mais comuns na terceira idade. Só que, com o avanço da oftalmologia, já conseguimos com que seja possível voltar a enxergar, com procedimentos considerados de última geração já disponíveis ao público.

O diagnóstico precoce, tratamentos e cirurgias a laser são acessíveis e promovem melhoras significativas à saúde ocular e ao bem-estar do indivíduo com mais idade.

A catarata atinge 75% das pessoas com mais de 70 anos no Brasil. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), há 45 milhões de cegos no mundo, dos quais 40% são devido à catarata. Portanto, fica salientada a importância do diagnóstico precoce, já que a doença é curável se tratada cedo.

Procure um oftalmologista e faça os exames necessários para manter a sua saúde ocular em dia. É recomendada uma visita ao oftalmologista ao ano, no mínimo, independente se você usa óculos ou não.