O protetor solar entrou nos olhos? Veja como se proteger e evitar infecções

O protetor solar entrou nos olhos? Veja como se proteger e evitar infecções

Principalmente na época do verão, muita gente exagera no protetor solar; quando em contato com os olhos, ele pode gerar problemas

É claro que é preciso se proteger do sol durante o verão. Porém, quando exageramos ao passar protetor solar no rosto e ao redor dos olhos, podemos favorecer irritação e infecções. Confira o que fazer e como evitar problemas gerados pelo protetor solar nos olhos.

O protetor solar é uma substância que, assim como a maquiagem, pode vir a contaminar os olhos, ocasionando a  conjuntivite tóxica . Segundo o Dr. Leôncio Queiroz Neto, do Instituto Penido Burnier, ela acontece quando as mucosas oculares entram em contato com alguma substância irritante, que pode ser shampoo, sabonete, tinta, etc.

Conforme o oftalmologista afirma, 46% dos casos de conjuntivite tóxica no verão são causados pelo protetor solar, 39% pelo bronzeador e 15% pela maquiagem.

A conjuntivite é a doença ocular mais comum do verão, sendo 20% dos casos do tipo tóxica ou alérgica. A do tipo tóxica não é transmissível e se a pessoa não tem histórico de alergias, ela pode desaparecer até mesmo com compressas frias. 

Sintomas

De acordo com Queiroz Neto, o primeiro sintoma da conjuntivite tóxica é a ardência ou queimação. Isso acontece porque resíduos como restos de maquiagem e protetor solar penetram nos olhos. 

Entre os sintomas mais frequentes dessa conjuntivite estão os olhos vermelhos, coceira, sensibilidade à luz, lacrimejamento e pálpebras inchadas. Uma forma de identificar qual o tipo de conjuntivite que está atuando é observar a secreção. Na bacteriana, a secreção é purulenta; na viral, é transparente e viscosa; na tóxica, é transparente e aquosa.

Prevenção

Para prevenir, as dicas de Queiroz incluem evitar o uso excessivo de protetor solar, cremes e maquiagens, sobretudo ao redor dos olhos, bem como usar lenços descartáveis para enxugar o suor nessa área. Além disso, ele e também a oftalmologista Lísia Aoki alertam que deve-se lavar os olhos abundantemente no no caso  de contato com algum desses produtos. 

FONTE: https://saude.ig.com.br/2020-01-22/o-protetor-solar-entrou-nos-olhos-veja-como-se-proteger-e-evitar-infeccoes.html