COVID-19: a sua saúde e a saúde dos seus olhos dependem da higienização das mãos

COVID-19: a sua saúde e a saúde dos seus olhos dependem da higienização das mãos

Com tantas recomendações todos os dias, você provavelmente já deve saber quais sãos as principais medidas para se prevenir contra o COVID-19 (o novo coronavírus). Lavar bem as mãos, cobrir a boca com a parte interna do cotovelo ao tossir ou espirrar, evitar aglomerações, manter ambientes ventilados e não compartilhar objetos de uso pessoal, como copos, talheres ou toalhas.
Outra recomendação que você deve ouvir o tempo todo é: “não coloque as mãos no rosto”. Essa é uma das medidas mais importantes no combate ao COVID-19. Porém, ao mesmo tempo, também é uma das mais difíceis de colocar em prática.
Isso ocorre pelo simples fato de que passamos as mãos no rosto o tempo todo! Um estudo realizado pela Universidade de New South Wales, da Austrália, revelou que as pessoas tocam o rosto, em média, 23 vezes por hora. Praticamente uma vez a cada 2,5 minutos. E os pontos de contato mais frequentes no rosto são justamente as mucosas, ou seja, boca, nariz e olhos, as portas de entrada do vírus em nosso organismo.
Alguns dados indicam que a forma de contágio mais comum do vírus é o contato das mãos com as mucosas. Portanto, colocar em prática todas essas medidas e evitar colocar as mãos no rosto são as melhores maneiras de não contrair a doença.
blog-HON-covid-limpeza-maos

Centenas de vírus, bactérias e fungos nas mãos

O contato das mãos com as mucosas do rosto é uma forma tão comum de transmissão de doenças, que a Organização Mundial da Saúde (OMS) incluiu o hábito em sua lista de costumes que devem ser evitados para prevenir doenças. Pois, além do COVID-19, vírus como sarampo e influenza, bactérias e fungos também podem ser contraídos pelo contato com nariz, boca e olhos.
Nossas mucosas até possuem um sistema de defesa para impedir a entrada de vírus, bactérias e fungos. Contudo, a quantidade de micro-organismos nas mãos é muito maior que a capacidade do sistema de neutralizá-los.
Nossas mãos estão o tempo todo em contato com corrimões, maçanetas, torneiras, teclados e outras superfícies que normalmente estão contaminadas e são tocadas por várias pessoas. Levamos as mãos à boca e ao nariz na hora de tossir e espirrar, e depois apertamos a mão de alguém. Nossas mãos estão em contato com micro-organismos e transmitindo-os constante e inconscientemente.

O Hospital de Olhos Niterói separou algumas medidas fundamentais para você ficar sempre com as mãos limpas e, claro, cuidar bem dos seus olhos nesse período:

blog-HON-covid-limpeza-olhos-maos

Evite coçar os olhos

Evite tocar os olhos, coçá-los, esfregá-los, tirar remelas… evite qualquer contato das suas mãos com os seus olhos! Caso seja necessário, higienize antes as mãos com água corrente e sabão ou com álcool em gel, para matar quaisquer vírus, bactérias e outros micro-organismos.
blog-HON-covid-limpeza-oculos

Seus óculos também precisam de higienização

A recomendação é a mesma: lave seus óculos com água e sabão. O ideal é lavar com água corrente e detergente neutro ou sabonete líquido neutro. Na falta deles, pode usar o álcool em gel. Para secar, utilize uma toalha limpa e bem macia ou lenços de papel.
Não se esqueça de lavar tanto as lentes quanto a armação, e lave-os com frequência, de preferência todas as vezes em que for tirá-los ou colocá-los.
blog-HON-covid-limpeza-objetos

Objetos também devem ser higienizados

Objetos utilizados com frequência, como anéis, pulseiras, colares, joias, bijuterias e outros precisam ser higienizados! Na verdade, o ideal neste período é evitar o uso deles. Mas caso vá utilizá-los, lave com água corrente e detergente neutro ou sabonete líquido neutro.
Para os mais recorrentes e normalmente de uso mais necessário, como celular, carteira, cartões de crédito e relógios, utilize o álcool em gel.
Lembre-se de higienizar todos os objetos com frequência, pelo menos todas as vezes que for utilizá-los.

FONTE: https://hon.com.br/blog/covid-19-sua-saude-e-a-saude-dos-olhos/